sexta-feira, 26 de outubro de 2007

Infância Interrompida - Interlúdio

- Mãe! – Sahira gritou, ajoelhando-se assustada no gramado do jardim, deixando algumas lágrimas escorrerem grossas pelo seu rosto.

- Foi apenas um sonho, Sahira – Makaoto tentou consolá-la num misto de carinho e preocupação, abraçando-a protetoramente.

- Não! – ela gritou. debatendo-se, desmanchando o arranjo de seus cabelos e quase destruindo seu vestido – Minha mãe precisa de ajuda!

Hidan levantou-se e observou-a, sério, percebendo que talvez não conseguisse manter o controle sobre ela por muito mais tempo. O oriental já tinha conhecimento do potencial místiko daquela menina, e sabia que era uma questão de tempo até que ele se revelasse completamente. Mas ele realmente não esperava – ou mais corretamente, não desejava – que este fosse um dos dias em que o poder de Sahira viesse a se manifestar.

- Sahira - ele segurou os pulsos dela com firmeza, chamando-a para trazê-la à razão, ou, pelo menos, para conseguir sua atenção – Olha para mim! Tivestes um sonho ruim, nada mais. Ouvistes?

A menina calou-se imediatamente, fitando Makaoto com os olhos arregalados de alguém que fora severamente repreendido. O oriental suspirou, aliviando não apenas sua própria expressão, como o aperto que mantinha nos braços dela, acariciando-lhe ternamente o rosto úmido pelas lágrimas.

- Apenas um sonho, meu anjo... Nada mais... – ele sussurrou no ouvido dela, tentando convencê-la a ignorar o que vira.

Hidan ajoelhou-se diante da criança, e segurou-lhe ambas as mãos para trazê-la mais perto de si, desejando envolvê-la em um abraço reconfortante.

- Fique comigo, Sahira... E eu a protegerei de todo o mal.

- Não posso... Perdoe-me... – ela murmurou, desaparecendo no ar.

Makaoto ficou desorientado por alguns instantes, mas colocou rapidamente seus pensamentos no lugar. O oriental fechou os olhos e murmurou uma prece, puxando em seguida uma adaga finamente trabalhada, que trazia em sua lâmina afiada escritas esotéricas, os nomes verdadeiros de Deus. O mago se concentrou e iniciou seu ritual.

Nenhum comentário: